Não devemos nada aos reptilianos

Não devemos nada aos reptilianos

Saudações amigos,

Encontrei há uns dias um debate na internet que estava acerca dos reptilianos. Algumas pessoas defendiam que graças à eles, às manipulações genéticas que fizeram na raça humana serviriam para melhorar esta raça aperfeiçoando-a.

A verdade não é por aí, e as manipulações deles eram apenas para criar escravos para trabalharem para eles. Por isso resolvi transcrever aqui um comentário que eu havia escrito.

Luz no Caminho,

Bruno

– x –

A humanidade que atualmente está encarnada não deve nada aos reptilianos. Muitas civilizações com potencial enorme viveram aqui antes deles. O problema é que estes quando chegaram aqui encontraram o resquício de uma ração com alta padrão genético e que infelizmente fora degenerada genéticamente por algum problema que afetou o planeta inteiro. Alguns ascensionaram, outros viraram intraterrenos, e outros ficaram pertidos pela crosta, e acabram como se fosse macacos primitivos, mas à nível genético ainda possuiam bases avançadas, apenas estavam fisicamente e mentalmente deformados.

Não foi à toa que as primeiras manipulações dos annunakis geraram seres com o potencial maior que o deles mesmo e, por isso, foi necessário remanipular geneticamente esses seres e, neste ponto, é que o DNA foi embaralhado só restando 2 camadas, assim como o dna reptiliano da época. Somente dessa forma, é que eles conseguiriam ser superiores à estes seres, pois lá no fundo ainda possuíam código genético da raça adâmica, criada em Aria.
Continuar lendo

Agenda Reptiliana

Saudações amigos,

Nos vídeos que se seguem abaixo, poderemos ver que o pesquisador David Icke, entrevista Credo Mutwa, que é um líder africano da nação Zulu. Um original Xamã ou Guardião dos Segredos. Na entrevista ele contará como as histórias ancestrais de seu povo falam sobre a chegada dos Chitauri, que são os reptilianos (da linhagem dos Annunakis) que chegaram ao nosso planeta há milhares de anos e criaram a sociedade que existe atualmente e que fazemos parte. Ele ainda diz que a raça humana é uma mistura de DNA de 24 raças já existentes, o que é uma informação já confirmada pelas Egrégoras Superiores, com variações apenas nas quantidades.

Sobre Credo Mutwa

Nascido em 21 julho de 1921 em KwaZulu-Natal, Africa do Sul

Recebeu a custódia da tribo quando da morte de seu avô, passando assim a ser o xamã – zanuzi, de seu povo.
Mutwa escreveu um livro sobre as história das raízes africanas passadas oralmente, bem como sobre a tradiçao e cultura do povo Zulu. os quais são conhecidos como Indaba My Children (1966), Indaba minhas crainças e My People: writings of a Zulu Witchdoctor (1969), Meu Povo: escritos de um zulu curandeiro.

Também se atribui a ele o descobrimento do tratamento através de ervas para a AIDS. Segue o que ele diz sobre isso:

“É uma planta que está a beira da extinção chamada Suderlandia Fructosate. essa planta atua miraculosamente nas pessoas que tem problemas com a enfermidade chamada AIDS. e é tão miraculosa que os milagres são vistos em questao de uma semana ou em alguns casos, da noite para o dia. há casos de pessoas que estavam a beira da morte, e ao ser administrado a planta elas se levantam e com muito apetite sentindo-se cheias de energia e livres da depressão.e penso que é um problema emergencial para as nações se preocuparem já que os grandes cientistas não conseguiram encontrar um tratamento viável até agora. eu digo que essa planta deveria ser cultivada de maneira filantrópica pelos governos, por todas as organizações filantrópicas e que deveria ser distribuída gratuitamente para todo o ser humano”.

Para o restante dos vídeos clique em Ler Mais

Continuar lendo