Movimento Gota D’água

Nesta quarta-feira (16/11) foi publicado um vídeo no YouTube com o manifesto de vários atores defendendo o fim das obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará. Entre eles estão Malvino Salvador, Dira Paes, Cláudia Ohana, Bruno Mazzeo, Murilo Benício, Guilhermina Guinle, Ary Fontoura, Cissa Guimarães, Maytê Proença, Nathalia Dill, Sérgio Marone, Eriberto Leão, Ingrid Guimarães, Marcos Palmeira, Juliana Paes, Isis Valverde e Letícia Sabatella.

Segundo a mensagem, aquela que vai ser a terceira maior hidrelétrica do mundo só produzirá um terço da sua capacidade, uma vez que aquela região ao norte do País “praticamente seca” (oito meses por ano). A obra custará R$ 30 bilhões e 80% (R$ 24 bi) do investimento virá de impostos (verba pública) e, caso construída, destruirá 640 km² da floresta amazônica. Os artistas pedem que seja reestudado o caso, e que o Brasil invista em outros tipos de energia, como eólica e solar.

Acesse o site http://www.movimentogotadagua.com.br/assinatura e assine a petição, ajude assim a fazer com que o interesse do povo e não dos políticos seja respeitado. “Uma gota move o oceano!”

Belo Monte é inaceitável…

A presidente Dilma acabou de aprovar a construção de Belo Monte, a usina que irá devastar parte do Xingu, na Amazônia, e o futuro do povo caiapó. O chefe deles, cacique Raoni, lançou um chamado, jurando lutar contra a usina até o fim.

http://www.xinguvivo.org.br

http://www.avaaz.org/po/stand_with_chief_raoni/?cl=1114363125&v=9386