O Pacto Governamental com os Reptilianos

O Pacto Governamental com os Reptilianos

De acordo com John Lear, William Cooper, e vários outros pesquisadores, o governo dos E.U.A. pode ter feito um pacto “com uma raça humana em torno de 1933. De acordo com alguns “esta raça” não é humana como nós nos conhecemos, mas que pretende ter a sua origem na Terra há muitos milhões de anos atrás. Algumas fontes alegam que esta raça predatória é de natureza neo-sáurio (Reptilóide ou Reptiliana).

Isto levou os outros para sugerir que os dinossauros, que governaram a superfície da Terra em tempos pré-históricos  podem não ter sido totalmente extintos como geralmente se acredita, mas que algumas das mutações inteligentes deu um hominídeo bípede reptiliano  de que a raça se desenvolveu, com um tipo de pensamento intelectual igual ou superior ao da raça humana e, em seguida, possivelmente entrou na clandestinidade, indo morar em subterrâneos.

Por exemplo, um ramo ou uma mutação da suposta extinção da raça sauroide, Stenonychosaurus, estava, de acordo com paleontólogos, notavelmente parecidos com hominídeos em sua aparência, tendo entre 3 1 / 2 a 4 1 / 4 pés de altura (1,20 a 1,65 metros de estatura), possivelmente com a pele verde-acinzentada e com três dedos com garras com um “opositor”, um polegar parcialmente.

O polegar opositor e capacidade intelectual é a única coisa que impede os membros do reino animal de contestar a raça humana como os mestres do planeta Terra. Por exemplo, o reino macaco possui polegares opositores mas ainda não possui a capacidade intelectual para usá-los como seres humanos. Os golfinhos possuem inteligência quase que de seres humanos, mas não possuem polegares opositores, ou mesmo membros como os da raça humana, seria necessário inventá-los, etc. Eles, os reptilóides poderiam ser um animal que possui essas duas características?

A capacidade craniana do Stenonychosaurus chegou quase ao dobro do tamanho do que a dos seres humanos, indicando um grande cérebro e, possivelmente, avançado mas que não necessariamente um intelecto benevolente. Segundo os pesquisadores, como Brad Steiger, Valeriana de Val, Levesque TAL e outros, isso pode realmente ser o mesmo tipo de entidade ou entidades mais comumente descrito em “encontros UFO”, assim como o mesmo tipo de criaturas retratado no início de 1992, no âmbito nacional visto na apresentação do canal de TV CBS/INVASORES.

Segundo John Lear e outros, o governo dos EUA pode ter estabelecido um acordo com esta raça, da qual aprendeu mais tarde, para seu horror, que eles eram extremamente maléficos na sua natureza e foram tratados apenas  “como um meio para ganhar tempo enquanto eles metodicamente estabeleceram certos controles sobre a raça humana, com o objetivo final de uma dominação absoluta”.

Também é alegado por alguns agentes da inteligência secreta com nível de profundidade que os agentes dos Illuminati, ou do “Culto da Serpente”, esta intencionalmente trabalhando lado a lado com esta raça alienígena infernal que prometeu-lhes parte da ação uma vez que a “nova ordem mundial estiver estabelecida. Os Illuminati estão alegadamente interessados no poder que a ‘tecnologia’ que esta raça humana alienígena supostamente esta lhes dando em troca de sua cooperação. De acordo com John Lear e outros, muitas das bases subterrâneas profundas , como as de DULCE, Novo México e PINE GAP, Austrália são realmente áreas”comuns”  para as duas espécies onde as trocas de tecnologia têm sido realizadas, bem como as batalhas entre os humanos e ” grays “provocada por desentendimentos, desacordos, traições, etc…

Poderiam os  planos de dominação do mundo dos  Illuminati serem  feitos por uma  vanguarda ‘alienígena’ ? Um ponto incomum que o presente artigo traz é a ligação aparente entre Illuminati e “o Clube de Roma” e os chamados ‘Greys’ e Reptilianos. Alguém poderia se perguntar: Se uma espécie exótica com desejo para estabelecer o controle sobre uma civilização planetária, tentaria uma invasão total e imediata e a destruição de toda a resistência ou será que em vez disso ela poderia  tentar manipular as situações nos bastidores a fim de transformar os habitantes do planeta  “no ambiente alvo de uns contra os outros, e dizimar a população ao ponto de que a resistência seria mínima?”

A “escolha” lógica, presumindo que os alienígenas “são vermes sem coração, seria a última, e há evidências de que o “Clube de Roma e os Illuminati “tem” vendido “a raça humana, em troca de tais poderes estranhos e em troca de certas promessas, e que esta venda da humanidade para um grupo de energia alienígena é a realização de uma agenda de genocídio em MASSA contra a raça humana como um todo, em obediência aos seus senhores draconianos (Reptilianos cuja origem estelar seria a Constelação de Draco-Dragão). Se tal raça alienígena desumana existe, então “estas políticas” genocida que os Illuminati-Clube de Roma está realizando, sem dúvida, teve origem a partir desta raça alienígena, a partir ‘deles’.

Como William Cooper declarou em outro lugar, se os “alienígenas” existem ou não, não faz diferença, pois a “idéia” da existência de uma raça alienígena-não humana da Terra, é parte e parcela dos planos totalitários dos Illuminati em um mundo totalitário. Isto foi confirmado por vários pesquisadores. Com esta introdução, as atividades acontecendo em lugares tais como  instalações subterrâneas, como  na Base de PINE GAP, na Austrália  pode ser melhor compreendida.

Fonte: http://www.newage.com.au ::: Tradução de Luis Santos <lhas3126@yahoo.com.br>

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s